Você sabe o que o seu cãozinho quer dizer quando abana o rabinho? Veja as dicas

Muitas pessoas acreditam que toda vez que um cachorro balança a cauda, significa que ele está feliz. Esta é apenas uma opção, já que os especialistas que estudam o comportamento dos cães, descobriram que os pequeninos demonstram suas emoções com diferentes movimentos das caudas.

Veja abaixo algumas dicas para você entender o que seu cãozinho está querendo te dizer:

1- Cauda com movimentos circulares

Este é o clássico rabo quando o dono chega na casa depois de um longo dia de trabalho. A emoção do pequenino é tanta que ele não consegue mexer o rabo, mas começa a mexer todo o corpo de forma circular. Isso significa que seu cão está muito feliz e ansioso para brincar.

2-Cauda com movimentos lentos

Eles tendem a mover a cauda muito lentamente e mostram uma expressão de grande concentração. Este movimento pode indicar que o cão não está em uma atitude muito amigável e que ele está calculando com precisão o seu próximo movimento.

3- Cauda reta e apontando para cima

A cauda, ​​totalmente ereta e com pequenos movimentos trêmulos, indica que o cão se sente ameaçado e em alerta. Distingue-se de outras ocasiões em que esconde o rabo entre as pernas, porque ele se sente confiante em poder enfrentar o perigo; e essa é a sua maneira de alertar outros cães para ficarem longe dele.

4-Cauda curvada para a direita


Depois de muitas investigações, descobriram que, quando um cão tem a cauda para o lado direito, isso indica muito mais probabilidade de ser amigável do que quando movem a cauda para a esquerda. Eles costumam ter essa posição quando se aproximam de alguém que conhecem, ao passo que quando o têm à esquerda é porque estão com um estranho e ainda não se sentem seguros.

5- Cauda entre as pernas

Quando estão com a cauda para baixo, indica que eles se sentem tristes, mas quando a situação é mais tensa, eles também podem colocar a cauda entre as pernas. Eles fazem esse movimento para protegerem sua área genital e indicam que estão extremamente assustados.

6- Cauda super agitada

Se você perceber que a cauda do seu cão se move tão rápido que parece um tremor, isso geralmente indica que está em um momento tenso. Ao ver este sinal, devemos dar espaço ao cão para esperar que ele se acalme; e tente identificar o que lhe causa tanta tensão para poder ajudá-lo.

7- Cauda curvada em direção à cabeça

Há muitas caudas que, pela própria anatomia do cão, já ficam nessa posição; Mas se esta não é a posição normal da cauda do seu cão, então isso indica que ele sente uma emoção extrema. Pode variar de extrema alegria a ser extremamente alerta e defensivo. Para estes casos, é necessário ter em conta o resto da linguagem corporal do cão para saber mais precisamente o que acontece com ele.

Sem dúvida, embora não possam falar, os cães são muito expressivos e aproveitam tudo o que têm para se comunicar conosco; tudo é uma questão de prestar um pouco de atenção aos seus sinais.

Convidamos você a compartilhar essas 7 dicas para que outras pessoas possam entender claramente as mensagens de seus cães, através dos seus rabinhos.

Traduzido e adaptado por: Eu amo os animais

Fonte: Zoorprendente

Acabe de uma vez com pulgas e carrapatos usando álcool e sal!!!

Não existe nada mais desconfortável para os animais do que carrapatos e pulgas, que além de incomodar bastante com as coceiras causadas por uma reação alérgica, pode também causar anemia e transmitir doenças como Erlichiose e Babesiose, ainda trazem doenças para os nossos peludinhos.

Mas com as receitinhas que vamos passar agora, você poderá eliminar de vez esses parasitas tão indesejáveis, confira:

Ingredientes: 

1 litro de álcool;

10 litros de água, que será usado para ajudar a misturar os ingredientes;

Use uma quantidade de capim-cidreira, capim-limpão ou capim-santo, como preferir, (não é erva-cidreira), picada, para preencher 1/2 litro de álcool.  Essa erva tem o poder de exterminar pulgas e carrapatos.

5 colheres de sopa de sal de cozinha, que serve para secar os parasitas e também reforça o poder do capim-cidreira

Você vai precisar de 6 garrafas PET de 2 litros, bem limpas, para armazenar o seu exterminador de “invasores”.

Modo de fazer:

Tire meio litro de álcool do vasilhame e pique o capim cidreira, colocando dentro do meio litro de álcool que ficou no frasco. Adicione o resto do álcool.

Tampe o frasco de álcool com o capim cidreira e deixe descansar por 24 horas.

No dia seguinte, coe a mistura do álcool com o capim cidreira e coloque em um recipiente com 10 litros de água. Obs.: O álcool absorve todo o princípio ativo do capim-cidreira.

Coloque as 5 colheres de sopa de sal nessa mistura.

Misture bem e distribua a solução nas garrafas Pet. Está pronto o seu exterminador de parasitas.

Coloque a mistura em um borrifador e pulverize o seu pet, pelo menos, 2 vezes por semana. Essa mistura também pode ser aplicada na casa, no quintal, no canil e em qualquer lugar que esses bichinhos incômodos podem estar.

Logo você verá que as pulgas e os carrapatos terão secado completamente.

Agora vamos dar mais uma dica para eliminar esses invasores:

Ingredientes:

5 litros de água morna;

Meio copo americano de sal.

Modo de fazer:

Dê um bom banho no seu peludo, como de costume, com xampu ou sabonete, enxague bem, logo em seguida,  jogue a água morna com sal nele, cuidado com os olhos e ouvidos.

Deixe essa misturinha de um dia para o outro. Lembre-se de jogar também no lugar onde ele fica.

Em minutos, ele estará livre das pulgas e dos carrapatos. Fácil, não?!

Gostou das dicas? Então, mãos à obra e extermine de vez com esses parasitas indesejáveis…

 

Fonte: Catholicus.