Ela perdeu os olhos pela negligência de seus donos, mas ganhou os corações de milhares de pessoas

Felizmente, existem anjos na terra que não poupam em provar que o amor é capaz de fazer milagres, ajudando os mais inocentes a superar a adversidade e conhecer a felicidade.

Puddin é uma cadelinha adorável que teve um começo muito triste na vida. Quando ela tinha apenas cinco meses de idade, foi resgatada por seus antigos donos no Texas, EUA. No entanto, por negligência dos mesmos donos que a resgataram, seis semanas depois, ela foi atacada por uma infecção no olho que acabou com sua visão.

Infelizmente, ainda pequenina, ela perdeu os olhos.

Ao chegar na Associação de Prevenção da Crueldade Animal (SPCA), a pobrezinha estava completamente cega. Foi necessário remover os olhos e costurar as órbitas oculares.

Cory Gonzales, sua nova proprietária, uma estudante de Lubbock, Texas, 22 anos, disse que quando ela a recebeu, ficou triste porque os antigos donos se recusaram a dar a pequenina, mesmo sem cuidar dela.

A sociedade de bem-estar animal precisou levar o caso ao tribunal, o que trouxe mais tempo do que esperavam e, quando eles conseguiram ganhar a causa, os olhos de Puddin já estavam completamente destruídos.

A SPCA encontrou Puddin com uma infecção ocular muito séria , levou-a a um especialista e relatou que, devido aos danos causados ​​pela infecção, ela ficaria cega.

Um estudo mais profundo de seus olhos revelou que ela sentia muita dor.

Apesar da falta de visão de Puddin, ele tem uma alegria contagiante. Seu entusiasmo pela vida é maravilhoso. Na verdade, esta pequena tocou os corações de milhares de usuários das redes sociais.

Para melhorar sua qualidade de vida, eles tiraram os olhos.

Desde que Cory adotou Puddin, há três meses, ele criou uma conta no Instagram, onde documenta as aventuras de seu animal de estimação em particular.

E com mais de oito mil seguidores, causou um rebuliço nas redes.

Os fãs de Puddin estão encantados em ver como ela aprende novos truques. Eles são testemunhas da alegria e do desejo de viver que a acompanham a cada um dos seus dias.

Cory descreve ela como “uma garota corajosa”. Ela tira longos cochilos, gosta de brincar com as pernas e gosta do mimo do pai.

“Quando vi o Puddin online imediatamente me apaixonei por ela. No dia seguinte a conheci, voltei e a adotei. Eu acho que nós dois somos abençoados por nos conhecermos” .

Ela tem cinco meses agora e é um exemplo de amor e alegria. A maneira como ele se adaptou à sua nova vida é incrível.

“Ela até sabe como evitar as coisas. É realmente incrível vê-la”.

A falta de visão não a limitou a ser feliz, ela aprendeu a usar seu olfato para correr, encontrar seus brinquedos e se divertir.

Para Cory, é uma benção tê-la como animal de estimação e apreciá-la todos os dias.

Traduzido e adaptado por: Eu amo os animais

Fonte: Zoorprendente