Resgatados de um confinamento indigno, os 9 cãezinhos não paravam de sorrir

Muitas vezes achamos que estar atrás das grades pode ser necessário para que algumas pessoas paguem por suas ações, no entanto, é lamentável saber que existem muitas pessoas trancadas em suas casas, sem nenhum motivo. E mais preocupante ainda é que, em seu confinamento, acabam levando consigo animais inocentes, privando-os da liberdade que eles tanto merecem.

Melanie Jayne Melville tinha levado ao extremo as condições insalubres de sua casa, colocando em risco não só a sua vida, mas a de vários cãezinhos, que estavam em condições extremas de abandono. Foi o suficiente para que alguns vizinhos de Melanie se queixassem para a polícia local, que se dirigiu até a residência para averiguação.

A inspetora Jilly Dickinson estava no comando e se surpreendeu quando, ao verificar a casa, ela encontrou 9 cãezinhos muito assustados, em condições inadequadas. A este respeito, Jilly comentou:

“A sala de estar, onde metade deles morava, estava suja e cheirava mal porque eles a usavam como banheiro. A outra metade vivia em um prédio anexo no jardim que também estava em más condições”.

Os cães viviam em um ambiente caótico e preocupante, seu comportamento mostrou que eles não estavam acostumados a espaços ao ar livre, o que lhes causou muitos problemas para socializar. Embora Melanie parecesse gostar dos pequeninos, ela não fez muito para salvaguardar sua vida e a dos animais indefesos.

A inspetora Jilly guiou-a com alguns conselhos para melhorar seu estilo de vida e poderia oferecer algo melhor para os cachorrinhos. A mulher teve um mês de prazo para mostrar que seria capaz de ordenar tanto caos, mas depois desse tempo, a inspetora chegou à casa e sua angústia aumentou, pois nada havia mudado, na verdade, tudo estava pior.

A felicidade surge quando a ajuda chega.

Os pobrezinhos estavam em alto risco, então a RSPCA cuidou deles, desconfortáveis e confusos, eles não sabiam como se comportar, então Jilly decidiu levá-los um a um para seu carro.

O medo dos cães cessava quando estavam nos braços dos socorristas, eles se aproximaram pacientemente e ganharam sua confiança.

Os pequeninos sorriam como forma de agradecimento.

Com o tempo os cãezinhos se tornaram amigáveis ​​e carinhosos. Sua ex-proprietária se declarou culpada por ir contra a Lei de Bem-Estar Animal, tendo que pagar multas e participar de um programa de reabilitação.

Com a colaboração de pessoas de bom coração, cada um teve um final adequado.

Levantemos nossas vozes contra o abuso de animais, assim poderemos salvar mais vidas.

Traduzido e adaptado por: Eu amo os animais

Fonte: Zoorprendente

Leave your vote

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *