Uma mulher arrisca seu trabalho para salvar um cãozinho de um triste destino

Quando soube que o pobrezinho seria sacrificado, ela não pensou duas vezes

A vida nos dá grandes obstáculos, alguns parecem impossíveis de superar, mas quando o desejo de vencer é maior, tudo se torna possível apesar das dificuldades.

Cuda, um belo pit bull, com uma condição rara em sua espinha é um exemplo de perseverança e esperança. O cãozinho tem 6 anos e é muito amado nas redes sociais, reunindo mais de 24 mil pessoas em sua página no Facebook.

O dia a dia deste pequeno cão é seguido por vários fãs, depois que conheceram a sua história difícil e como, graças a seus seres humanos, ele está vivo. Cuda nasceu com uma doença rara chamada síndrome da espinha curta, causando uma corcunda pronunciada, mas também o torna muito especial.

Ao que se sabe, apenas mais 16 cães têm essa síndrome peculiar. É possível que tal síndrome tenha sido a causa para a família onde esta linda menina nasceu, ela poderia deixá-la quando ela era apenas um filhote.

Felizmente, ele foi resgatado por uma família. Mas, vendo que as atenções que o cão precisaria excedessem o orçamento que tinham, eles não poderiam mantê-lo, para a tristeza do pobrezinho. Por essa razão, a família decidiu ligar para o serviço de controle de animais em Nova York.

A voluntária Julie LeRoy se aproximou da família e notou como o cãozinho era especial. Ela sabia que, se levassem o pobrezinho para o abrigo, ele seria sacrificado, por causa de sua condição. Julie, de 50 anos, decidiu tomar as rédeas da questão e salvar a vida do cachorro.

“Mesmo sabendo que era contra o protocolo, eu não o deixei no abrigo para que fosse sacrificado, mas também não poderia trazê-lo de volta. Pode-se dizer que eu arrisquei meu trabalho de voluntária para salvar um cachorro”, disse julie.

Agora, a vida de Cuda estava fora de perigo, ele estava em um lar amoroso com dois humanos e outros companheiros caninos. Rodeado por outros, Cuda sempre se torna o centro das atenções devido à sua aparência marcante.

Para muitos, é muito nobre a atitude de Julie, e eles a felicitam por uma ação tão corajosa, mas outros acham que a mulher está causando danos ao cão por mantê-lo vivo; Muitos afirmam que a condição de Cuda gera dor e desgaste diário.

No entanto, Julie garante que Cuda é bem tratado, recebe muita atenção e carinho e é um cãozinho feliz, sem dores e mostra um vídeo do pequenino se divertindo na neve.

Finally …..SNOW!

Posted by Cuda Cares on Monday, February 15, 2016

Veja a história de Cuda, no vídeo:

Não é uma história inspiradora? Todos nós podemos fazer a diferença, quando carregamos amor e compaixão em nossos corações.

Traduzido e adaptado por: Eu amo os animais

Fonte: Zoorprendente

Você sabe o que o seu cãozinho quer dizer quando abana o rabinho? Veja as dicas

Anitta e Luisa Mell flagram mulher abandonando três cãezinhos na beira da estrada