Mulher adota cadelinha idosa e descobre que era a sua melhor amiga de infância

“Eu nunca pensei que a veria novamente, mas eu sabia no meu coração que era ela.”

Crescendo como filha única, Nicole Renae muitas vezes se sentia um pouco solitária. Mas tudo isso mudou quando ela completou 10 anos. Em seu aniversário, a avó de Nicole a surpreendeu com uma adorável cadelinha a quem ela chamou de Chloe.

Desde então, as duas se tornaram inseparáveis.

“Eu simplesmente a amava demais”, disse Nicole. “Ela era minha melhor amiga”.

Durante quatro anos, os laços de amor entre Nicole e Chloe ficavam cada vez mais fortes.

“Ela era uma cadelinha tão doce”, disse Nicole. “Ela lamberia meu rosto para sempre se você não a impedisse.”

Infelizmente, esse vínculo tão lindo de amizade de Nicole com Chloe foi drasticamente interrompido.

Quando Nicole estava com 14 anos, seu pai conseguiu um novo emprego, para trabalhar em casa, que precisaria virar um escritório, livre de distrações ou barulhos. A advertência foi devastadora.

“Disseram-lhe que não podíamos ter nenhum animal de estimação. Chloe gostava muito de latir”, disse Nicole. “Nós não tínhamos escolha. Eu era apenas uma criança, então obviamente eu não tinha escolha no assunto. Foi de partir o coração. Eu não queria me livrar da minha cadelinha.”

Seu outra opção, a família de Nicole entregou Chloe à sociedade humana local. Eles estavam otimistas que a cadelinha pudesse encontrar um novo lar com pessoas que a amavam, mas para Nicole, dizer adeus foi muito doloroso.

“Eu me senti tão triste com isso”, disse Nicole. Eu pensei que nunca mais veria ela.”

Embora Chloe não estivesse mais em sua vida, ela nunca deixou o coração de Nicole: “Por todos esses anos, eu sempre pensei nela. Uma vez fui até a sociedade humana para tentar descobrir o que aconteceu com ela, mas eles não sabiam me dizer”.

O tempo passou, Nicole cresceu, se casou e teve um filho, mas sentia que alguma coisa ainda estava faltando.

Sabendo que, quando criança, era uma alegria imensa ter um cãozinho em casa, Nicole queria dar essa mesma alegria para sua filha. Decidida a adotar um cachorro, Nicole viu uma publicação Facebook sobre uma cadelinha idosa que estava precisando de um novo lar.

“Eu vi a foto da cadelinha e pensei: ‘Esse animal me parece meio familiar’. Então eu li o nome dela: Chloe…eu pensei que era uma coincidência.”

Nicole, então, decidiu adotar a pequenina, sem perceber, é claro, que as duas já estavam bem familiarizadas.

Ao conhecer sua “nova” amiga peluda, Nicole ficou com uma sensação estranha.

“Ela correu até mim e começou a lamber meu rosto”, disse ela. “Com o passar do dia, todas essas características me lembraram da minha antiga Chloe.”

Chloe, ao que parece, sabia que a pessoa que a adotou era sua velha amiga, desde o começo, e logo Nicole se convenceu também.

“Ela continuou me abraçando. Eu comecei a chorar… isso me lembrou muito da minha Chloe”, disse Nicole. “Eu nunca pensei que veria minha cadelinha novamente, mas o meu coração sabia que era ela”.

“Toda a minha família achou que eu estava louca”, disse Nicole.

A mãe de Nicole lembrou que Chloe foi microchipada quando era filhote, então a levaram até o veterinário para obter o número de identificação.

“Era ela”, disse Nicole. “Eu literalmente senti como se tivesse ganho na loteria. Foi simplesmente a melhor sensação. Eu pensei que nunca mais a veria novamente”.

Nicole ficou sabendo que Chloe havia sido adotada por um casal de idosos e viveu feliz com eles até que faleceram. Depois foi adotada mais uma vez por outra família, mas como eles não foram capazes de mantê-la, a pequenina foi para o abrigo onde Nicole a buscou.

Feliz com sua primeira melhor amiga, Chloe finalmente chegou em casa.

Chloe agora tem 11 anos, mas ainda é tão saudável e enérgica como era quando criança, se lembra Nicole.

“Estou muito feliz por tê-la de volta. Estou tão empolgada por voltar do trabalho para vê-la todos os dias”, disse Nicole. “Esta é a melhor coisa”.


Chloe está muito feliz, como se soubesse que agora estará com sua amada amiga para sempre…

Traduzido e adaptado por: Eu amo os animais

Fonte: The Dodo

Mãe exemplar: Ela esconde seus 9 filhotes para protegê-los de seu dono cruel

Cãozinho fofo atravessa a rua de mãos dadas com seu dono